Finalidade

Blog de divulgação de assuntos geográficos, políticos, acadêmicos, curiosos...

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Nosso novo projeto no IFPR: A ESFINGE - Olhares e Práticas Multirreferenciais e Interdisciplinares em Educação

A Educação e a pedagogia no Brasil são objetos de reflexão de inúmeros gabinetes de pesquisa, sobretudo em conexão com pensadores com formação direta nos objetos. No entanto, a ontologia temática demanda investigação por pesquisadores de diversas áreas, uma vez que é necessário refletir sobre o fazer e o pensar pedagógico, em uma perspectiva que seja multirreferencial e interdisciplinar. Multirreferencial, pois a realidade é, em boa medida, assincrônica, o que permite que busquemos a expertise desde o espectro da base filosófica até a base tecnológica, viabilizando a multidisciplinaridade, tão evocada no entendimento dos objetos e ações que envolvem a complexidade educacional brasileira. Interdisciplinar, pois o próprio objeto de investigação demanda processos históricos, plataforma teórica e variáveis empíricas que desencadeiam tal complexidade, carente, sempre, de debates teóricos fundamentados e, sobretudo, ações concretas que possam ser de vanguarda e de inovação. Nesse viés, pesquisadores da Educação, Artes, Filosofia, Geografia, Biologia e Informática (A ESFINGE) uniram esforços para viabilizar uma pesquisa pretensiosa, no sentido de seu espectro, mas profícua no sentido do entendimento da unicidade do objeto. Os resultados esperados envolvem relatos de experiência, entendimento de modelos educacionais, protótipos e ferramentas que viabilizem a aprendizagem e contribuição para o debate teórico sobre educação. O método de análise adotado baseia-se no materialismo histórico e dialético e a metodologia tem particularidades que busca interseccionar o referencial teórico, o empírico, o técnico e o tecnológico. Os ambientes de pesquisa permitem a proposta, na medida em que a instituição mãe possui, em sua Lei de Criação, uma perspectiva pluricurricular e viabiliza um ambiente que ainda busca uma identidade, face à tentativa de conexão entre seu tamanho/ complexidade (em todo território nacional) e o atendimento às demandas dos arranjos produtivos locais e sociais dos rincões do país. Desse modo, o cerne teórico perpassa pela discussão do conceito de cultura, que, entendemos, unifica os olhares dos pesquisadores envolvidos, viabiliza uma discussão necessária sobre os processos de vivência e formação, busca compreender as dificuldades de implantação de processos de vanguarda e inovadores na educação e permite que inovações sejam realizadas, tanto em termos curriculares, justificando a discussão das políticas públicas, quanto em termos tecnológicos, a partir da criação de plataformas para fomentar objetos didáticos e pedagógicos inovadores.

Mais Informações sobre as atividades desenvolvidas estão disponíveis em www.aesfinge.com.br




Fonte: P.M.Astorga

COMPARTILHE EM SUA REDE

Ricardo Luiz Töws

Doutor em Geografia pelo PGE-UEM - Programa de Pós-Graduação em Geografia, membro do GEUR - Grupo de Estudos Urbanos e do Observatório das Metrópoles - Núcleo R.M.M. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFPR Campus Avançado Astorga).
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

PUBLICIDADE

Postagens populares

BIBLIOTECAS

Copyright @ 2013 Prof. Ricardo Töws . Designed by Templateism | Love for The Globe Press