Finalidade

Blog de divulgação de assuntos geográficos, políticos, acadêmicos, curiosos...

sexta-feira, 8 de maio de 2015

10 destinos brasileiros para ver o pôr-do-sol

Praia do Jacaré, em Cabedelo, na Paraíba (foto: rvcroffi/Flickr-Creative Commons)
Do Oiapoque ao Chuí ou do Ártico à Antártica, todos os finais de tarde são lindos. Só depende mesmo do estado de espírito de cada viajante, da companhia de viagem e (por que não?) da trilha sonora.
O pôr-do-sol pode ser fotogê​nico em qualquer lugar do mundo, mas nestes destinos nacionais, ele fica ainda mais impactante. Leia também: “Rio Grande do Norte: a terra do pôr-do-sol”
Confira galeria de fotos:

10. Praia do Jacaré (Paraíba)

Final de tarde na Praia do Jacaré, em Cabedelo, na Paraíba (foto: rvcroffi/Flickr-Creative Commons)
Final de tarde na Praia do Jacaré, em Cabedelo, na Paraíba (foto: rvcroffi/Flickr-Creative Commons)
Localizada no município de Cabedelo, próximo a João Pessoa, a praia do Jacaré costuma fazer parte do roteiro dos viajantes que visitam a capital paraibana. Mais do que cenário para o manjado Pôr-do-sol do Jacaré, quando o músico Jurandy do Sax navega as águas do rio Paraíba, tocando o Bolero de Ravel, o local é destino de um dos mais belos finas de tarde da Paraíba.

9. Pedra do Arpoador (Rio de Janeiro)

Final de tarde na região da Peedra do Arpoador, no Rio de Janeiro (foto: Skyscanner/Divulgação)
Final de tarde na região da Peedra do Arpoador, no Rio de Janeiro (foto: Skyscanner/Divulgação)
Seria injusto deixar de fora dessa lista o espetáculo que acontece quando o sol desaparece no horizonte diante da Pedra do Arpoador, no Rio de Janeiro. Admirar o entardecer no local já é um ritual entre cariocas e viajantes, que chegam a aplaudir o show mais que poético que acontece ali todos os dias.

8. Chapada Diamantina (Bahia)

Final detarde na região do Vale do Paty, na Chapada Diamantina (foto: Chico Ferreira/Flickr-Creative Commons)
Final detarde na região do Vale do Paty, na Chapada Diamantina (foto: Chico Ferreira/Flickr-Creative Commons)
Na Chapada Diamantina, os roteiros de aventura podem ser encerrados com a tranquilidade e a beleza do pôr-do-sol que, visto do alto do Morro do Pai Inácio, ganha um toque extra de beleza que aquieta corpos cansados, depois de um dia movimentado de trilhas nessa região serrana, no coração da Bahia.

7. Salvaterra – Ilha de Marajó

Salvaterra, na ILha de Marajó (foto: Férias Brasil/Skyscanner)
Salvaterra, na ILha de Marajó (foto: Férias Brasil/Skyscanner)
Um dos principais pontos de entrada da Ilha de Marajó, no Pará, a cidade de Salvaterra também é dona de um dos entardeceres mais belos do Brasil.
Localizada na foz do rio Amazonas, próximo ao canal que separa o destino do continente, a Ilha de Marajó é considerada a maior ilha do Brasil e a maior ilha fluvio-marítima do planeta.

6. Lago da Itaipu – Foz do Iguaçu

Pôr do sol na região da hidrelétrica de Itaipu (foto: Eduardo Vessoni)
Pôr do sol na região da hidrelétrica de Itaipu (foto: Eduardo Vessoni)
A usina hidrelétrica Itaipu Binacional é a segunda maior atração iguaçuense, que reina absoluta ao lado das Cataratas do Iguaçu.
A gigante geradora de energia organiza diferentes tours como o passeio de catamarã que percorre as águas do lago artificial de Itaipu ao longo do dia, inclusive no horário em que o sol começa a se pôr. SAIBA MAIS

5. Praça do pôr-do-sol (São Paulo)

Final de tarde em São Paulo visto da Praça do Pôr do Sol (foto: Marlon Dias/Flickr-Creative Commons)
Final de tarde em São Paulo visto da Praça do Pôr-do-Sol (foto: Marlon Dias/Flickr-Creative Commons)
O ritmo frenético de São Paulo também dá trégua, em endereços onde paulistanos podem relaxar e entrar em contato com a natureza.
Foi com essa ideia que surgiu a Praça do Pôr-do-sol, no Alto Pinheiros. Ali, os gramados servem como um imenso auditório ao ar livre que acomoda (e muito bem) as pessoas que querem esquecer a agitação urbana lá fora e começar a noite com as lembranças de um espetáculo inesquecível.

4. Pedra da Gávea (Rio de Janeiro)

Pedra da Gávea, no Rio de Janeiro (foto: Skyscanner/Divulgação)
Pedra da Gávea, no Rio de Janeiro (foto: Skyscanner/Divulgação)
Olha a Cidade Maravilhosa aí de novo.
O Rio de Janeiro parece ter sido criado, especialmente, para abrigar belos finais de tarde, onde sempre tem um lugarzinho que mais lembra um mirante para admirar as cores do entardecer, como a Pedra da Gávea.

3. Duna do Pôr-do-sol – Jericoacoara

Final de tarde na Duna do Pôr do Sol, no Ceatá (foto: Douglass Atlas/Flickr-Creative Commons)
Final de tarde na Duna do Pôr-do-Sol, no Ceatá (foto: Douglass Atlas/Flickr-Creative Commons)
Em Jericoacoara, a 300 km de Fortaleza, todos os cenários são mágicos. Porém, antes do anoitecer, toda a mágica do destino se renova, graças à fusão de cores e o contraste entre a areia, a água e céu. A beleza é tanta, que uma dona foi batizada como Duna do Pôr-do-sol, justamente para indicar o melhor lugar para acompanhar o momento.

2. Lago Guaíba (Porto Alegre)

Lago Guaíba, em Porto Alegre (foto: Camilla Carvalho/Flickr-Creative Commons)
Lago Guaíba, em Porto Alegre (foto: Camilla Carvalho/Flickr-Creative Commons)
Já é tradição na capital gaúcha: no fim da tarde, moradores e visitantes se reúnem diante do Guaíba para ver o sol se esconder no horizonte.
As diferentes tonalidades de laranja dão forma às sombras escuras e se refletem na água, garantindo um espetáculo inesquecível. Para assistir de camarote, a dica é se concentrar em lugares como Cais do Porto, a Orla do Guaíba, o Parque Marinha do Brasil, o Pontal do Estaleiro e a Usina do Gasômetro.

1. Fernando de Noronha (Pernambuco)

Fernando de Noronha,  um dos 100 destinos mais sustentáveis do mundo (foto: Eduardo Vessoni)
Fernando de Noronha (foto: Eduardo Vessoni)
No arquipélago mais bonito do Brasil, o sol se põe do lado das praias de dentro.
Para admirar as cores do entardecer, as praias mais disputadas são Conceição e Cacimba do Padre, além da praia do Boldró, onde o espetáculo pode ser contemplado de um mirante ou do Forte de São Pedro. A verdade, porém, é que em qualquer uma de suas ilhas ou parte do seu litoral, o pôr-do-sol será incrivelmente belo.

COMPARTILHE EM SUA REDE

Ricardo Luiz Töws

Doutor em Geografia pelo PGE-UEM - Programa de Pós-Graduação em Geografia, membro do GEUR - Grupo de Estudos Urbanos e do Observatório das Metrópoles - Núcleo R.M.M. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFPR Campus Avançado Astorga).
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

PUBLICIDADE

Postagens populares

BIBLIOTECAS

Copyright @ 2013 Prof. Ricardo Töws . Designed by Templateism | Love for The Globe Press