Finalidade

Blog de divulgação de assuntos geográficos, políticos, acadêmicos, curiosos...

domingo, 4 de maio de 2014

Mestrado, doutorado, especialização ou MBA? Saiba o que é cada curso e faça a sua escolha [GUIA DO ESTUDANTE]

Retirado de: Guia do Estudante
É preciso atenção: o curso de pós que seu colega faz nem sempre é o mais adequado a seu perfil e seus objetivos. Para fazer a melhor opção, a primeira coisa a saber é que existem dois grandes grupos de cursos. De um lado, estão os stricto sensu (expressão latina que significa sentido restrito). Incluem-se nessa categoria os mestrados (também conhecidos como mestrados acadêmicos), mestrados profissionais, doutorados e pós-doutorados. De outro lado, estão os cursos lato sensu (sentido amplo), que comportam especializações e MBAs.

Os programas stricto sensu têm foco na formação de pesquisadores e professores universitários – ou seja, são, no geral, indicados para quem segue carreira acadêmica. Ainda assim, é comum encontrar nesses programas pessoas que atuam não em faculdades, mas em empresas. De todo modo, sem o diploma de um curso stricto sensu é impossível seguir a carreira acadêmica. “O aluno de uma pós stricto sensu adquire um nível de conhecimento mais aprofundado, uma vez que estes cursos são bastante exigentes do ponto de vista acadêmico, estimulando a reflexão teórica”, diz Lívio Amaral, diretor de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Já os cursos lato sensu são a opção ideal para quem já tem uma rotina diária de trabalho e busca aperfeiçoamento profissional. O objetivo é ganhar competências específicas, de aplicação prática, para facilitar a ascensão na carreira, mudar de área ou se adaptar a um novo cargo dentro da empresa em que trabalha. Definir-se por um stricto ou um lato sensu é a primeira escolha a fazer.

Critério de decisão


Clique para conhecer cada tipo de curso:
- Como funciona um curso de especialização
- O que é um MBA?
- Como funciona o Doutorado
- Como funciona o Mestrado
Uma boa maneira para encontrar a modalidade ideal de curso é imaginar como será o dia a dia num curso lato sensu ou num stricto sensu. Nos lato sensu, os cursos são mais breves e desenhados para a rotina corrida de quem trabalha: as atividades e os trabalhos podem ser feitos nas horas livres, sem comprometer muito a vida profissional.

No geral, as aulas acontecem à noite, só em alguns dias úteis, ou com uma carga horária mais puxada nos fins de semana. Já os cursos de mestrado e doutorado, a princípio, pedem dedicação integral. Se você acredita que um curso stricto sensu seja a opção mais adequada a seus objetivos, prepare-se: você provavelmente precisará dedicar noites, fins de semana e as férias aos estudos. Também é importante ter alguma flexibilidade de horário no emprego para assistir às aulas e participar de eventos, como congressos, palestras e simpósios.
O que considerar na escolha
Confira abaixo uma descrição rápida de cada modalidade de curso de pós. Os destaques em cor referem-se ao perfil do aluno que tem sucesso em cada modalidade. Leve em conta essas indicações para fazer uma boa escolha.

COMPARTILHE EM SUA REDE

Ricardo Luiz Töws

Doutor em Geografia pelo PGE-UEM - Programa de Pós-Graduação em Geografia, membro do GEUR - Grupo de Estudos Urbanos e do Observatório das Metrópoles - Núcleo R.M.M. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFPR Campus Avançado Astorga).
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

PUBLICIDADE

Postagens populares

BIBLIOTECAS

Copyright @ 2013 Prof. Ricardo Töws . Designed by Templateism | Love for The Globe Press