Finalidade

Blog de divulgação de assuntos geográficos, políticos, acadêmicos, curiosos...

sábado, 16 de novembro de 2013

XV Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional disponibiliza CD com os Artigos Apresentados (Anais)


XV Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional se reveste de grande importância. Comemoram-se os seus 30 anos, motivo de congratulação para seus membros associados e filiados. Ademais, esta data acontece em um momento peculiar da história do Brasil caracterizado pela emergência do chamado "novo desenvolvimentismo", em que se ressalta a ampliação do poder do Estado, a retomada do crescimento e a redução da pobreza. Tal fenômeno, também observado em outros países emergentes, tem provocado alterações significativas na ordem econômica mundial, tanto quanto novas demandas por mudanças na estrutura de poder global e preocupações acerca da qualidade do emergente ambiente urbano e regional.

Países que estavam, na visão de alguns, condenados à eterna pobreza, apresentam hoje índices decrescentes de pobreza absoluta que foram dinamizados pelo crescimento e pela intensificação das competências tecnológicas dos agentes econômicos. De mero complemento da livre e eficiente ação do mercado, o Estado passa a ser compreendido novamente como um agente relevante para o desenvolvimento das nações, retomando a importância de seu papel como regulador e planejador. Na ação estatal pesam as oportunidades que esta propicia, pois esse "novo desenvolvimentismo" vem estabelecendo uma ordem urbana e regional que não cancelou de todo a preexistente, mas ao contrário, intensificou riscos e impactos sociais, econômicos, culturais, políticos e ambientais.

Na nova ordem observam-se duas tendências: de um lado, a difusão do padrão de consumo da sociedade capitalista ocidental; e de outro, o acirramento dos conflitos entre interesses especulativo-patrimonialistas e os direitos de acesso à cidade em padrões sustentáveis capazes de assegurar os bens patrimoniais e serviços ambientais. Tal contexto exige o questionamento das políticas habitacionais vigentes e seus consequentes padrões de produção imobiliária sem compromisso com extratos sociais de menor renda e com a qualidade do espaço público e do espaço construído.

Urgem esforços no sentido de se reformular teorias, abordagens e práticas do planejamento, de se repensar a governança urbana, metropolitana e regional e propor alternativas de gestão em bases mais democráticas, valorizando as dimensões ambiental, histórica e cultural.

A reflexão sobre este tema pode ser desdobrada em artigos e contribuições a serem apresentados nas Sessões Temáticas e nas Sessões Livres, que estão disponíveis para download no site do Evento.

Portanto é um material extremamente útil, tanto para os estudiosos da Geografia Urbana, da Sociologia, do Planejamento Urbano, do Urbanismo e das cidades em geral, como para aqueles envolvidos com o planejamento, o ordenamento territorial e as políticas públicas.

Para consultar o material, clique aqui.  



COMPARTILHE EM SUA REDE

Ricardo Luiz Töws

Doutor em Geografia pelo PGE-UEM - Programa de Pós-Graduação em Geografia, membro do GEUR - Grupo de Estudos Urbanos e do Observatório das Metrópoles - Núcleo R.M.M. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFPR Campus Avançado Astorga).
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

PUBLICIDADE

Postagens populares

BIBLIOTECAS

Copyright @ 2013 Prof. Ricardo Töws . Designed by Templateism | Love for The Globe Press