Finalidade

Blog de divulgação de assuntos geográficos, políticos, acadêmicos, curiosos...

Últimas postagens

Ver mais artigos

Seguir no Twitter

segunda-feira, 27 de julho de 2015

UEM aceita, até esta terça-feira, inscrição para professor temporário


A Universidade Estadual de Maringá aceita, até esta terça-feira (28), inscrição para o Teste Seletivo que irá contratar professor temporário. Foram ofertadas nove vagas, distribuídas entre as áreas Exatas, Humanas, Letras e Artes, Saúde e Tecnológica. As inscrições serão recebidas no Protocolo Geral da UEM, localizado no Bloco A-01, no câmpus sede,  nos seguintes horários: das 7h40 às 11 horas e das 
13h30 às 16 horas.
A inscrição e os documentos podem ser encaminhados via correio, postados para: Universidade Estadual de Maringá - A/C Protocolo Geral - Av. Colombo nº 5.790, Zona Sete - Maringá – PR - CEP: 87020-900. No envelope também deve constar a informação: “Teste Seletivo para Professor Temporário - Edital nº 69/2015-PRH”.
Os salários dos aprovados variam de R$ 1.323,08 a R$ 6.692,02, conforme a carga horária e a titulação do candidato. Para outras informações acesse o edital que regulamenta o teste. Informações também pelo fone 44 3011-4233 ou ainda pelo e-mail: concurso@uem.br.

Fonte: www.uem.br 

sexta-feira, 24 de julho de 2015

As incríveis ‘pinturas fotográficas’ celestes feitas com sobreposição temporal de Matt Molloy

Time-stack é uma técnica de composição fotográfica caracterizada pela sobreposição de imagens em sequência temporal para marcar a movimentação de um determinado objeto, ou objetos, em uma única imagem. Muito utilizada, por exemplo, para ilustrar a passagem do sol ou da lua no firmamento. Só que o fotógrafo canadense Matt Molloy foi muito mais além. Utilizou centenas e centenas de imagens em cada composição para criar imagens belíssimas do céu que mais parecem pinturas de tão incríveis. O resultado é uma espécie de mistura de timelapse com longa exposição, confira:
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Time-Stacked Skies © Matt Molloy
Fonte: Stuffhood

Para ver a produção completa de Matt Molloy, clique aqui

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Jansen Sax: Um Saxofone Revolucionário! Confira!!!








Seu saxofone tem digitação barulhenta?
Veja o que pode estar ocorrendo▼▼

✔Saxofone - Digitação barulhenta.
No Brasil o quesito manutenção preventiva, efetuada pelo próprio músico é algo que não aparece muito nos assuntos abordados nos Grupos. Porem hoje vou falar sobre alguns pontos que podem ajudar muito aos que não possui esse conhecimento.
Os saxofones são fabricados com ligas metálicas, metais etc... Trabalham com sistemas acoplados, tubos, parafusos, articulações...
Esse sistema de funcionamento possui atrito entre as peças, onde os parafusos geralmente são feitos em aço e possui resistência maior que o latão, metal usado para confecção das peças. Com o passar do tempo ocorre a perda dos calços, desgaste dos mesmos, e acontece o aparecimento de barulhos ao digitar no saxofone, alem disso, há um outro acontecimento que ocorre devido a falta de lubrificação.
VOCÊ já deve ter passado por isso, enviado o saxofone para manutenção, e ao chegar, você verifica que foram trocados todos os calços, Lubrificado todas conexões e articulações, porem a digitação ainda esta com BARULHOS.

✔VEJA:
Devido a falta de manutenção preventiva no instrumento e a falta de lubrificação, o atrito entre os parafusos feitos com metal mais resistente e as peças feitas com latão, ocorre o desgaste da peça e consecutivamente folgas, que acarretam em barulhos na digitação, aparecimento de vazamentos constantes etc...

✔Segue a DICA.
Para evitar o desgaste precoce das peças devido ao atrito, faça a lubrificação. Simples, use óleo com baixa viscosidade (Finos), pois o espaço entre as peças são pequenos e óleo com alta viscosidade pode deixar a movimentação das peças lenta, necessitando de aumento de pressão das molas e trazendo transtornos.
Para a lubrificação preventiva não é preciso desmontar o sax, use apenas o óleo (próprio), algo pontiagudo como: Canivete, tesoura ou até mesmo palito para dentes.
use um pequeno recipiente para colocar o óleo, então toque a ponta do material pontiagudo, coloque o instrumento de forma diagonal, para facilitar que o óleo possa percorrer dentro do orifício ( Peça do instrumento) Se for o caso, então encoste a ponta do material pontiagudo
na junção ou articulação, transferido o óleo para a articulação ou junção.
Retire o excesso com um pano limpo e não abrasivo, evite o contato do óleo com as sapatilhas, calços etc, o contato pode danificar.
✔Veja no Vídeo abaixo como é o funcionamento do mecanismo de oitavas nos saxofones SERIE-X, com sistema de regulagem.

Para iniciantes, folga nesse mecanismo pode não fazer tanta diferença, pois a execução das notas não são em velocidade alta, porem para saxofonistas INTERMEDIÁRIOS e PROFISSIONAIS, faz toda diferença.

Uma pequena folga nesse mecanismo pode fazer o músico despender horas de treino para alcançar o objetivo.

Att: Jansen

Se inscreva em nosso canal no You tube 
CLIQUE AQUI ►https://goo.gl/1JM4I9

Universidade dos Estados Unidos tem curso online e gratuito sobre design

Universidade de Pensilvânia, instituição americana localizada na cidade da Filadélfia, Pensilvânia, oferece online e de graça o curso “Design: A Criação de Artefatos na Sociedade”. As videoaulas, todas legendadas em português, são disponibilizadas por meio da plataforma de ensino online Coursera.
Para quem ainda não conhece, o Coursera conta com 12 milhões de usuários no mundo e oferece gratuitamente mais de mil cursos de instituições renomadas nacionais e internacionais.
Fonte: UFPI
Leia Também: 
O curso tem o objetivo de “tornar você um designer melhor”, unindo teoria e prática. O programa inclui palestras e sugestões de leituras que abordam os conceitos do design como uma atividade humana. Há também testes semanais para aplicar o conteúdo aprendido em problemas reais.
O estudante passará por temas que envolvem arquitetura, gráficos, serviços, vestuário, bens de engenharia e produtos. A ênfase do curso é o processo básico do projeto: definir, explorar, selecionar e refinar. Clique aqui e aguarde o início da turma!

sábado, 11 de julho de 2015

DOCENTES DE GEOGRAFIA DA UEM PUBLICAM OBRA GEOGRÁFICA


Os docentes ADÉLIA APARECIDA DE SOUZA HARACENKO, CLAUDIVAN SANCHES LOPES, FERNANDO LUIZ DE PAULA SANTIL, NATHÁLIA PRADO ROSOLÉM e SUELI DE CASTRO GOMES organizaram obra geográfica intitulada "Geografia, temas e reflexões".
O livro reúne textos que contemplam importantes temas da Geografia na atualidade. Autores de diferentes universidades brasileiras trazem profícuas discussões de suas experiências no ato de pensar e de fazer Geografia. Uma das características marcantes da obra é que procura apresentar tais temas em uma perspectiva integradora desta ciência, demonstrando assim, em seu conjunto, sua riqueza. 
Está destinada a alunos e professores da graduação e pós-graduação em Geografia e áreas afins. Entendemos também, que pode ser uma fonte de pesquisa para os professores que atuam na educação básica. Os 14 textos apresentados demonstram a riqueza desta ciência e estão agrupados em seis partes. A primeira parte aborda a questão epistemológica na ciência geográfica e a segunda contempla a temática da cidade, cidadania e o planejamento. Na terceira parte são apresentados textos que abordam as migrações e suas territorialidades em diferentes escalas e a quarta parte do livro é dedicada ao ensino de Geografia. A quinta parte envolveu as discussões de uma mesa redonda com o tema: A Reforma Agrária no Governo Dilma Rousseff e o trabalho no campo na atualidade, composta por pesquisadores que discutem a questão agrária brasileira e o trabalho no campo na atual conjuntura. Por fim a sexta e última parte tem como foco a Geografia e as representações cartográficas. Esperamos que todos(as) os(as) leitores(as) ao iniciarem suas leituras dos textos aqui apresentados, nos mais variados temas, possam deles retirar a vontade de seguir, cada vez mais trilhando o belo caminho do aprofundamento do conhecimento geográfico. 

Detalhes da obra:

Autor(es): ADÉLIA APARECIDA DE SOUZA HARACENKO; CLAUDIVAN SANCHES LOPES; FERNANDO LUIZ DE PAULA SANTIL; NATHÁLIA PRADO ROSOLÉM; SUELI DE CASTRO GOMES (ORGS.).
Editora: Eduem
ISBN: 978-85-7628-620-2
Ano de publicação: 2015

Mais informações e aquisição, no site da Eduem

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Colóquio Internacional "Justiça Espacial e o Direito à Cidade"



Chamada de trabalhos

A Comissão Organizadora do Colóquio "Justiça Espacial e Direito à Cidade" convida os interessados no tema a participar do evento que se realizará entre os dias 7 a 10 de dezembro de 2015 no Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo e que é promovido pelo GESP – Grupo de Geografia Urbana Critica Radical – e pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana.
A produção do espaço urbano aparece hoje como possibilidade renovada de realização da reprodução da sociedade, um processo que encontra seus limites gerando imensos conflitos; isto porque, no momento atual, a globalização econômica trouxe a concentração sem limites da riqueza que acompanha o processo de privatização do mundo. Essa situação exige a abolição das condições de exploração e opressão que a acompanham, sendo que a possibilidade de superação está no fundamento dos movimentos sociais e das manifestações públicas. Estes sinalizam a consciência da extrema privação, uma leitura que não se fecha na esfera dos bens necessários à realização da vida, mas abre-se para a escala da realização dos desejos (e da necessidade) de construção de um projeto que ultrapassa a esfera do “ter" e da busca desenfreada pela qualidade de vida.
Nossa hipótese é a de que a privação do urbano está no fundamento das lutas pelo espaço. Questionando a lógica do crescimento e a racionalidade deste modo de produção – como reprodução de relações sociais dominadas – os movimentos sociais lutam pelo espaço da realização da vida, bem como por um espaço democrático onde possam exprimir-se e decidir sobre o uso dos bens comuns produzidos socialmente, o que exige a superação do entendimento da cidade enquanto quadro físico para considerá-la em seus conteúdos mais profundos.
Essa conjuntura coloca como questões a justiça espacial e o direito a cidade, tema deste Colóquio, propondo o desafio da realização de um debate coletivo.


Inscrições de trabalhos:
 
  • As inscrições dos trabalhos devem ocorrer segundo os temas das sessões temáticas:
1 - A crise urbana e a reprodução do econômico;
2 - A segregação socioespacial e o direito à cidade;
3 - As formas de resistência e a luta pelo urbano;
4 - As políticas públicas e a justiça espacial;

  • Os resumos devem ter entre 800 e 1000 palavras, serem apresentados em times New Roman 12 e espaço simples;
  • Os arquivos devem ser encaminhados em anexo pelo email do evento (justicaespacial@gmail.com), fazendo constar tanto no documento anexado quanto no próprio corpo da mensagem a autoria o título e a sessão temática para a qual o trabalho deverá ser submetido;
  • Para o envio de arquivos de resumos, no assunto do email identifique o seu propósito fazendo constar também à sessão temática para a qual o trabalho deverá ser encaminhado (exemplo: “resumo – ST 2”);
  • Trabalhos realizados em co-autoria somente serão aceitos com o número máximo de um co-autor;
  • Cada autor poderá submeter o número máximo de apenas um trabalho no evento, contando  a co-autoria, para essa finalidade, da mesma forma que a autoria exclusiva;


Inscrições:

  • O pagamento das inscrições deverá ser realizado via depósito bancário na conta do evento (Banco do Brasil – 001; ag: 7068-8; c/c: 6.870-5);
  • Após o pagamento da inscrição, o envio do comprovante de depósito para o email do evento (justicaespacial@gmail.com) confirmará a inscrição;
  • Para envio de comprovante e inscrição identifique no assunto do email o seu propósito com o título “comprovante de pagamento”;
  • Caso a inscrição esteja vinculada a autor de proposição de trabalho, identifique no corpo do email o nome do autor e o título do trabalho vinculado.



Valores
Até o dia 01/11
No colóquio
Professores e profissionais
R$ 150,00
R$ 250,00
Alunos de pós-graduação
R$ 100,00
R$ 170,00
Alunos de graduação
R$ 50,00
R$ 80,00
 
 
Cronograma:

  • Prazo de entrega dos resumos: dia 1 de julho de 2015; prorrogado para 20 de julho de 2015;
  • Publicação dos resultados : dia 10 de agosto;
  • Prazo de entrega dos trabalhos : 3 de novembro.
Programação
07.12
08.12
09.12
10.12
Das 9:00 as 12:00
Abertura; Apresentação do Projeto GESP; e Conferência: Prof. Dr. Gervais-Lambony.
Mesa redonda
Mesa redonda
Mesa redonda
Das 14:00 as 17:30
Mesa Redonda
2ª sessão temática
4ª sessão temática
Conferência: Profa. Dra. Núria Benach e Encerramento
Das 19:00 as 21:30
1ª sessão temática
3ª sessão temática
Conferência:
Prof. Dr. Andy Merrifield


Convidados:
Andy Marrifield (University of Cambridge - Londres); Núria Benach (Universidade de Barcelona - Espanha); Philippe Gervais-Lambony (Universidade de Paris/Nanterre - França); Alysson Mascaro (Faculdade de Direito - USP); Análida Rincón Patiño (Universidad Nacional de Colombia - Medellín)Ângelo Serpa (UFBA); Arlete M. Rodrigues (Unicamp); Blanca Ramires (Universidad Autónoma Metropolitana-Xochimilco - México); Cibele Rizek (IA-USP); Edvânia Tôrres Gomes (UFPE); Francisco Comaru (UFABC); Guilherme Boulos (MTST); José Celso Martinez Correa (Diretor, ator e autor de teatro); Jorge Luis Barbosa (UFF); Nelba Penna (UNB); Paul van der Lindert (Utrecht University - Holanda); Saint-Clair Cordeiro da Trindade Junior (UFPA); Urpi Montoya Uriarte (UFBA).

Contato:
  • Email: justicaespacial@gmail.com;

Comissão organizadora:
1. Rafael Faleiros de Pádua - UFMT
2. Cesar Simoni Santos - FFLCH/USP
3. Simone Scifoni - FFLCH/USP
4. Isabel Alvarez - FFLCH/USP
5. Danilo Volochko – UFPR

Comissão Científica
Prof Dr . Angelo Serpa - UFBA
Prof Dr Ariovaldo umbelino de Oliveira - FFLCH-USP
Prof Dr  Daniel Sanfelici- UFF
Prof Dra Edivânia Torres A. Gomes- UFPE
Prof Dra Ester Limonad - UFF
Prof Dr Jorge Luis Barbosa - UFF
Prof Dr Manoel Rodrigues Alves - IA-USP
Prof Dra Mariana Z. Albuquerque - UFRPE
Prof Dra Nelba Penna - UNB
Prof Dr Paul van der Lindert U. UU-Utrecht/Holanda
Prof Ricardo Alvarez - Centro Universitário Santo André
Prof Dra Rita C. C.Gomes – UFRN
Prof Dr Sant Clair Trindade Jr - UFPA
Prof Dra Silvana Pintaudi- UNESP-RC
Prof Dra Vera Pallamin - FAU/USP

Secretaria
Denys Silva Nogueira; e
Genovan Pessoa de Moraes Ferreira

Monitoria
Damião;
Rafael;
Renan; e 
Rodrigo.

 Mais Informações: No site do Evento

BIBLIOTECAS

MÚSICA - SAXOFONE

CONCURSOS PÚBLICOS

Compartilhe esta Notícia no Google+:

Postagens populares

Publicidade

Copyright @ 2013 Prof. Ricardo Töws . Designed by Templateism | Love for The Globe Press